Alimentação Vegana Durante a Gravidez

alimentacao vegana.jpeg

Por Sarita Schina

"Você tem certeza de que seu bebê vai receber os nutrientes certos se você for vegano?"

Se eu tivesse uma libra para cada vez que esta questão foi colocada durante a minha gravidez, eu certamente seria uma milionária agora. Honestamente, eu seria!

VEGANO Há algo sobre essa palavra que infunde medo em algumas pessoas.

Junte as palavras GRÁVIDA e VEGANA e você terá uma receita para o desastre, de acordo com alguns.

Então, uma dieta vegana é sustentável durante a gravidez?

No meu caso, descobri que é sim. A chave é realmente a pesquisa. Como a maioria das coisas na vida, a pesquisa é essencial para garantir que você esteja fazendo as melhores escolhas.

Eu me tornei vegana inicialmente por motivos de saúde e por isso fiz uma extensa pesquisa antes para garantir que estava bem informada antes de começar. Analisei macro e micronutrientes, dietas cruas e dietas veganas alcalinas e finalmente concluí que eu queria me concentrar em uma dieta vegana baseada em vegetais, minimizando a quantidade de soja, carnes falsas e pratos veganos processados para garantir uma dieta saudável e equilibrada.

Quando engravidei, decidi que, apesar do que eu considerava ser uma dieta vegetariana saudável baseada em vegetais, seria vantajoso para o bebê e eu recebermos nutrientes adicionais.
A pesquisa levou-me a tomar suplementos biológicos disponíveis e chás de ervas para se certificar de que o bebê e eu estávamos bem nutridos. Tomei dois saches de ferro líquido Spatone e três comprimidos multivitamínicos pré-natais do Garden of Life todos os dias.

No começo, eu costumava dizer a todas as mulheres que me perguntavam que comer uma dieta à base de plantas não é prejudicial para o bebê e para mim, e que estávamos obtendo proteínas e vitaminas suficientes. Eventualmente eu estava tão exausta de explicar a todos que eu diria "Obrigado pela sua preocupação, mas minha dotora está feliz com a forma como minha gravidez está progredindo". Isso manteve suas línguas dentro da boca e me ajudou a manter minha sanidade.

Eu percebo que muitas perguntas sobre dietas veganas durante a gravidez provêm da ignorância sobre o que os veganos comem. Achei ridículo acreditar que uma dieta vegana pudesse de alguma forma prejudicar o feto porque consumir mais frutas, verduras, leguminosas, cereais integrais e pseudo-grãos é exatamente o que é recomendado por médicos e profissionais de saúde: naturalmente esses benefícios não podem ser recebidos pelo feto por meio de alta ingestão de carne ou produtos animais.

No entanto, é importante notar que uma dieta de batatas fritas, pão e refrigerantes constituem uma dieta vegana e, no entanto, isso dificilmente seria vantajoso para uma mãe grávida ou seu bebê.

O livro Becoming Vegan, de Brenda Davis, RD, e Vesanto Melinda MS, RD resume bem quando diz que "as dietas veganas podem apoiar gestações saudáveis, desde que as mães garantam calorias e nutrientes suficientes, como é o caso de qualquerdieta ".

vegan pregnancy.jpeg

No meu caso, eu comi uma dieta vegana equilibrada baseada em vegetais antes e durante a minha gravidez. Eu ainda tive meus desejos durante a gravidez (água com gás com limão e pizza de massa sourdough) e aumentei minha ingestão de arroz integral, vermelho e preto, arroz selvagem, quinoa, espelt, einkhorn e kamut da familia dos grãos .

O resultado: bebê e eu prosperamos. Eu tive uma gravidez saudável sem enjôo matinal, energia ilimitada, sem dor nas costas ou complicações.

Eu recomendaria comer uma dieta vegana à base de plantas durante a gravidez? Absolutamente! Mas, como todas as coisas, a escolha é basicamente sua.